Sorriso -

Adicionada em 03/03/14 09:59

Meio Ambiente / Meio Ambiente

Após temporal, Terra Nova está sem água potável e com áreas isoladas

O prefeito Milton Toniazo (DEM), de Terra Nova do Norte, entre Guarantã do Norte e Sinop, decretou estado de emergência na cidade e se mostra preocupado com a situação vivida pelo município, que neste final de semana foi castigado por uma forte chuva que começou por volta das 21h de sábado (1º de março) e se estendeu até as 10h30 de hoje (2). “Moro aqui desde a fundação da cidade e nunca vi uma situação como essa”, afirmou o democrata.

 

O gestor reclama ainda da morosidade do governo federal em auxiliar a população. Segundo ele, no ano passado, a cidade também enfrentou fortes tempestades, foi decretado estado de emergência, mas os recursos até hoje não chegaram. À época, seriam destinados R$ 3,6 milhões para Terra Nova do Norte. “A Defesa Civil Nacional acatou, mas, até hoje, não recebemos nada. Prometem, mas a morosidade é grande”, reclama o gestor, que é vice-presidente da AMM.

 

O democrata mobilizou toda a equipe para calcular o prejuízo e auxiliar a população. Por enquanto, o grupo identificou que pelo menos 14 pontes estão quebradas e/ou submersas. Milton ressalta que como o Rio Boa Esperança, que corta a cidade, transbordou, ainda não é possível saber o real tamanho dos estragos.

 

Pelo menos duas madeireiras tiverem a seus pátios e até suas instalações invadidas pelas águas, além de sítios e fazendas. O sistema de captação de água tratada do municipio teve que ser desligado já que as aguas do rio invadiram a casa de máquinas e atingiram os motores elétricos das bombas. Assim, o fornecimento está suspenso em toda a cidade, deixando milhares de pessoas sem agua tratada.

 

Isolamento

A situação também é delicada na estrada da Coplaca, onde se encontra a maior produção agrícola do municipio e no Assentamento da Uru grande, centro de produtores de leite. Acontece que a ponte da Linha Paraná e a do Pé Frio foram levadas pelas fortes enxurradas, deixando também a Comunidade da 8ª Agrovila parcialmente isolada.

 

Além de Terra Nova do Norte, outras cidades decretaram estado de emergência por causa da chuva como: Barra do Bugres, Mirassol D´Oeste, Cláudia, Sorriso,  Santo Antônio do Leverger, Colniza e Poconé. A situação fez com que a AMM pressionasse o governo Silval Barbosa (PMDB) que prometeu enviar 5 milhões de litros de óleo diesel aos municípios para a recuperação de estradas em situação precária, em decorrência do período chuvoso.




Fonte: RDnews/Patrícia Sanches
  • Comentários
  • Quero Comentar!

Nenhum comentário até o momento, seja o primeiro a comentar.

Seu nome

 

Seu comentário

 

Seu IP: 54.196.168.236

Quanto é

+

?

Comentários via Facebook