Início Cidades Mato Grosso Autor do latrocínio de frentista é preso pela Derf Cuiabá

Autor do latrocínio de frentista é preso pela Derf Cuiabá

0
Compartilhar

A Polícia Judiciária Civil prendeu o autor do roubo seguido de morte (latrocínio) de um frentista em Cuiabá. O crime ocorreu no dia 3 de maio e o suspeito Kleber de Oliveira Souza, 18 anos, foi preso três dias depois no bairro Alvorada,  nas investigações conduzidas pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos, de Cuiabá.

O suspeito teve a prisão preventiva decretada pela Justiça e cumprida na quarta-feira (06.05). De acordo com a delegada Nubya Beatriz Gomes dos Reis, no começo da noite do dia 3 de maio, a vítima Evanilson Padilha da Costa, 36 anos, foi abordada pelo suspeito, Kleber, que se passando por cliente, pediu ao frentista um óleo lubrificante, já sabendo que o produto ficava guardado no escritório do posto de combustível, localizado no bairro 1º de Março.

“A vítima e o suspeito foram até o escritório e chegando lá Kleber levantou a camiseta e sacou a arma que estava em sua cintura e anunciou o roubo”, contou a delegada.

O frentista guardava no bolso a quantia de R$ 1 mil, da movimentação do dia, e depois de entregar o dinheiro entrou em luta corporal com o suspeito, que ao sair efetuou dois disparo na cabeça do frentista. Ele trabalhava há 10 anos no posto de combustível.

Segundo as investigações, o suspeito Kleber chegou ao posto sozinho e seu comparsa ficou aguardando em uma borracharia na motocicleta XRE 300 preta. Quando ele terminou o assalto, o segundo suspeito já estava dentro do posto para garantir a fuga do criminoso. “Ele e o comparsa já tinham planejado o assalto diante da fragilidade do local, que não tinha nenhuma câmera de vigilância”, disse a delegada Nubya.

A delegada destacou o empenho de sua equipe e do núcleo de inteligência da Delegacia, que rapidamente conseguiram identificar o suspeito com ajuda também de denúncias que chegaram no 197, da Polícia Civil, no Centro Integrado de Operações de Segurança (CIOSP). “Houve denúncias e com o trabalho de campo conseguimos chegar nesse resultado de forma rápida”, finalizou Nubya Beatriz.

O suspeito foi reconhecido por várias testemunhas e confessou o crime. Ele será enviado à Penitenciária Central do Estado (PCE). O suspeito vai responder por latrocínio.

As opiniões postadas nos comentários não representam a opinião do site. Comentários ofensivos poderão ser excluídos ou moderados.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here