Início Cidades Brasil Bisneto de ex-presidente americano vem a Cuiabá falar sobre a relação de...

Bisneto de ex-presidente americano vem a Cuiabá falar sobre a relação de seu bisavô com Rondon

0
Compartilhar

Uma palestra com o bisneto do ex-presidente estadunidense Theodore Roosevelt, Tweed Roosevelt, marcou o início das comemorações ao 150° aniversário de nascimento do Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon (Marechal Rondon) na última segunda-feira (4) , quando foi encerrado o VIII Encontro Indígena promovido pelo Museu de Pré-História Casa Dom Aquino.

Além de Tweed, estiveram presentes no evento o governador Pedro Taques, o bisneto de Marechal Rondon, Coronel Benjamin Rondon, o General Stofel, representante do exército brasileiro, a arqueóloga Suzana Hiooka e Leandro Carvalho, secretário de Estado de Cultura, Esporte e Lazer.

O tema da palestra foi uma expedição que Roosevelt fez pelo Rio da Dúvida, em Mato Grosso, dentre os anos 1913 e 1914. Tweed afirmou que essa viagem, em que seu avô conheceu Marechal Rondon, marcou a vida do ex-presidente. “Marechal Rondon foi um dos seres mais extraordinários que já existiu. Ele era um homem brilhante, bem informado, educado.

O envolvimento de Rondon com os índios contribuiu para que fossem encontrados meios de protegê-los. Também é grandioso o trabalho de mapeamento hidrográfico feito em tempos muito difíceis e condições extremas”, observou. “Rondon foi um grande líder e merece todas as homenagens que vem recebendo”, disse Tweed na palestra.

Segundo informações da Assessoria, a história do encontro foi contada por meio de fotos antigas e também com uma comparação com a viagem que Tweed fez, anos depois, pelo mesmo lugar.

A viagem

O encontro entre Roosevelt e Rondon, em 1913, aconteceu logo após o ex-presidente tentar uma nova eleição presidencial nos EUA. Percorrendo o Rio da Dúdida, o estadunidense escreveu um livro de 500 páginas.

Os amigos mapearam o rio que hoje é conhecido como Rio Roosevelt, foram acompanhados por naturalistas e pesquisadores que colheram e reconheceram diversas espécies de plantas e animais da região, e fizeram contatos com indígenas e seringueiros que viviam na região de Aripuanã.

Eventos

Com o título “A atualidade da Expedição Roosevelt-Rondon”, a palestra foi realizada no VIII Encontro Indígena em homenagem àquele que foi o primeiro a defender os indígenas brasileiros e levar muitos naturalistas a catalogar espécies de animais e plantas da Amazônia.

O Coronel Benjamin Rondon, neto do Marechal, participou também de uma solenidade no Memorial Rondon, na comunidade de Mimoso (onde nasceu seu avô), na última terça-feira (5): “Para mim é uma grande responsabilidade representar meu bisavô que é um ícone de bravura e respeito aos povos indígenas em todo o mundo”, disse.

O Memorial está em reforma desde fevereiro de 2015, como ação do Governo do Estado também para as comemorações. As obras foram iniciadas no ano 2000, mas nunca tinham sido concluídas. Segundo Taques, a previsão é que até o final do ano Rondon (maio de 2016), o Memorial estará pronto.

As opiniões postadas nos comentários não representam a opinião do site. Comentários ofensivos poderão ser excluídos ou moderados.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here