Candidatos famosos não se elegem para Câmara do RJ e SP; confira

Candidatos famosos não se elegem para Câmara do RJ e SP; confira

0

Nenhum nome vindo da TV ou do esporte conseguiu emplacar uma vaga na Câmara paulistana na eleição de 2016.

O ex-jogador do Corinthians Marcelinho Carioca (PRB), 45, foi o mais bem colocado desse grupo, com 12.602 votos. No entanto, foi apenas o 84º mais votado.Com votação parecida, o ator Thammy Miranda, 34, teve 12.408 votos e ficou na 86ª colocação.

O apresentador Leo Aquilla (PTN), 46, teve 5.146 votos, perto do total atingido pelo conde Chiquinho Scarpa (PRB), 65, que teve 5.140 votos.

Marquito (PTB), 56, que participava do programa do Ratinho e se tornou vereador em 2012, não conseguiu se reeleger. Ele somou apenas 5.114 votos.

Outro ex-jogador, Ademir da Guia (PHS), 74, também foi mal nas urnas e recebeu 3.166 votos. Ídolo palmeirense, Ademir foi eleito vereador em 2004, pelo PCdoB.

O ex-goleiro Waldir Peres, que fez parte da seleção brasileira em 1982, teve 1.341 votos.

SAÍDAS

Algumas figuras da atual legislatura não conseguiram se reeleger. Relator do Plano Diretor Estratégico e secretário municipal de Cultura entre 2015 e 2016, Nabil Bonduki (PT) ficou de fora da lista de eleitos para a Câmara Municipal de São Paulo. Ele e o também petista Paulo Fiorili ficaram para suplentes.

Dado a quantidade de votos recebidos, ele figura na segunda posição de suplente da coligação que reúne o PT, PDT, PR e PROS, logo atrás do também petista Paulo Fiorilo.

O médico Jamil Murad (PCdoB) e o advogado Wadih Mutran (PTD) também não se reelegeram. Aurélio Miguel (PR), que teve seu nome citado em suspeita de recebimento de propinas em 2012, não tentou a reeleição.

No Rio, os nomes famosos que ficaram de fora são:

Agnaldo Timoteo – 4821 votos

Sandra de Sá – 1993 votos

Dudu Nobre – 1625 votos

Theo Becker – 421 votos.

Com informações da Folhapress(Noticias ao Minuto).

Compartilhar

Deixe um Comentário