Início Cidades Cuiabá: Radares deverão ser instalados em mais seis avenidas

Cuiabá: Radares deverão ser instalados em mais seis avenidas

0
Compartilhar

Mais seis avenidas de Cuiabá deverão ter 24 equipamentos de monitoramento eletrônico do trânsito instalados até o mês de setembro, informou a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob). Lombadas eletrônicas, detectores de avanço semafórico e radares fixos deverão ser colocados nas vias Fernando Corrêa da Costa, Marechal Deodoro, Archimedes Pereira Lima (Estrada do Moinho), Tenente Coronel Duarte, Historiador Rubens de Mendonça (CPA) e av. das Torres. Atualmente a cidade tem 25 equipamentos de fiscalização eletrônica.

Não há previsão de quando os equipamentos começarão a funcionar. Porém, ainda em agosto deverá ser dado início à sinalização das vias. Depois, será feita a montagem, o que deverá ocorrer até o dia 10 de setembro. Na sequência, o Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) deve aferir os aparelhos.

“Não sabemos quando isso vai ocorrer, porque dependemos do tempo deles”, disse o superintentente de Manutenção Semafórica da Semob, Ademir de Arruda e Silva.

As vias com radares fixos em Cuiabá são Miguel Sutil (Perimetral), Mato Grosso, Beira-Rio, General Melo, República do Líbano e Generoso Ponce. Os aparelhos começaram a multar os motoristas em outubro de 2014.

A instalação dos aparelhos na cidade faz parte de um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) assinado entre a prefeitura e o Ministério Público do estado (MPE) em julho de 2011. O objetivo é diminuir o número de acidentes de trânsito, um dos principais motivos de internação no Pronto-Socorro. Os radares começaram a ser instalados em 2014 na capital.

As multas para quem trafegar em velocidade acima do permitido devem variar entre R$ 85,13 e R$ 574, além da perda de quatro a sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). E quem avançar o sinal vermelho será multado em R$ 191 e perderá sete pontos na CNH.

As opiniões postadas nos comentários não representam a opinião do site. Comentários ofensivos poderão ser excluídos ou moderados.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here