Início Cidades Ex professora da Unic Sorriso troca docência por profissão “picante” em Brasília

Ex professora da Unic Sorriso troca docência por profissão “picante” em Brasília

35
Compartilhar

Frustrada com a advocacia e relacionamentos amorosos, a advogada e ex-professora da Universidade de Cuiabá (Unic),  Cláudia Marchi, de 34 anos, decidiu abandonar a carreira para se transformar em uma acompanhante de luxo, em Brasília.

Natural do Rio Grande do Sul, Cláudia se mudou com a mãe para a cidade de Sorriso (420 km ao Norte de Cuiabá) em 2013, após fechar o escritório de advocacia onde trabalhava havia 11 anos em Passo Fundo (RS).

Ela se formou em Direito na UPF (Universidade de Passo Fundo) e fez especialização em Direito Constitucional na Fundação Escola Superior do Ministério do Público do Rio Grande Sul.

“Desde o princípio, notei que o mundo jurídico é muito machista e ‘papaicrata’. Meu pai não é advogado, minha mãe também não. Então, eu sempre me virei sozinha.  Mas, com o tempo, fui me frustrando com essa instabilidade: um mês você ganha e no outro, não”, contou.

Na cidade do interior de Mato Grosso, Cláudia foi contratada pela Unic para lecionar aulas de Direito Constitucional, Direito da Infância e Adolescente, Direito da Sociedade da Informação, entre outros.

No começo deste ano, porém, ela foi demitida da faculdade sem justa causa e acabou tendo um início de depressão, aliado ao fato de ter terminado o relacionamento estável com um engenheiro de Alta Floresta (803 km ao Norte da Capital).

A fim de dar a volta por cima, Cláudia resolveu – com o apoio e ideia da mãe – se mudar para a Capital do País, para se transformar na cortesã Simone Steffani.

Em entrevista ao MidiaNews, ela explicou que, diferentemente do que as pessoas pensam, cortesã não é uma prostituta.

“A prostituta topa tudo pelo dinheiro. Eu, não. Só transo com homens cultos. Tento deixar o dinheiro praticamente esquecido.  Meu encontro não é aquela coisa mecânica. É algo bem afetuoso. O pagamento só é lembrado ao final do encontro, porque o cara é uma pessoa idônea e eu, obviamente, não sou uma imbecil”, afirmou.

“E eu também adoro sexo. Não estaria nessa profissão, se não gostasse. Então, arrumei uma forma de ganhar dinheiro com o que gosto. E o que tem de melhor em um relacionamento, no meu ponto de vista, são o sexo e uma boa conversa”, completou.

Cláudia cobra R$ 500 a hora de um programa. Uma noite inteira custa R$ 2,5 mil e a companhia em viagens sai por R$ 1,5 mil a diária.

Ela costuma sair com um homem por dia e, geralmente, conta com quatro clientes fixos.

“Por semana, atendo três novos e quatro clientes assíduos. Só sendo boa para fidelizar, para o cliente ir uma ou duas vezes por semana ficar com você. Vejo que é raríssimo”, disse.

Na última semana, Cláudia disse que atendeu quatro homens de Mato Grosso.

Todas as experiências são compartilhadas no blog que mantém (veja AQUI). Os textos contam, de forma bastante picante e provocativa, o programa realizado no dia.

A decisão de trocar o Direito e o Magistério por programas sexuais, segundo Cláudia, é respeitada por toda a sua família.

“A minha mãe não só aceita, como é um incentivadora. Eu sou uma pessoa de poucos amigos. Sempre fui muito vinculada às minhas tias maternas. Então, a minha melhor amiga, que é minha mãe, e as pessoas que eu realmente me importo, sabem da minha decisão e me respeitam, sem problema algum”, relatou.

A maioria das acompanhantes de luxo prefere não mostrar o rosto. Cláudia, porém, diz que não tem problemas em se expor.

“Eu decidi me expor porque, em primeiro lugar, não tenho vergonha alguma do que estou fazendo.  Em segundo, diferentemente da maioria, não faço isso para pagar faculdade ou ajudar minha família. Já sou formada, paguei minha pós-graduação, e resolvi fazer isso por opção. Uma opção que não tenho que esconder de ninguém. Então, por que tapar meu rosto se nem feia eu sou?”.

Na atividade desde abril,  a cortesã afirmou que não viveu nenhuma experiência ruim.  Mas já teve que dispensar um cliente pelo o que ela considerou “egoísmo”.

“Uma vez, eu peguei um cara muito bonito, recém-separado, mas que tinha nojinho de beijar. Nós não chegamos de fazer nada. Disse que ele não precisava contratar uma pessoa com o meu perfil, se o perfil dele é de ter nojinho, de pensar que sou uma prostituta. Comigo não tem essa. Tanto que praticamente todos os meus clientes fazem sexo oral em mim mais do que eu neles. Por isso,  eu não tenho tolerância nenhuma para cara com pudorzinho”, revelou.

Não atende políticos

Se dizendo apartidária e com perfil esquerdista revolucionária, Cláudia garante que não se relaciona com políticos.

Relatou  que o perfil conservador do Congresso Nacional não a agrada e, por isso, prefere os profissionais liberais como engenheiros, médicos e advogados ou servidores públicos.

“Politico é como uma espécie de celebridade: todo mundo conhece e sabe como pensa. Prefiro não me relacionar com esse tipo de gente, que defende tudo com o que eu não concordo”, disse.

“Desde meus 10 anos, quando comecei a estudar História, optei por ser uma esquerdista revolucionária.  Durante muito tempo, eu me decepcionei com o Governo de esquerda, tanto que não apoiei a Dilma Rousseff nas eleições passadas.  Mas não concordo com o impeachment. Não porque acho ela uma boa administradora, mas dos males ela é a menos ruim. Eu tenho um pavor muito grande desse quadro político meio fascista que a gente tem. Esse ódio a minoria, essa colocação de culpa na conta do pobre, toda essa implicância de extrema direita me enjoa”, completou.

Sem intenção de voltar atrás

Cláudia Marchi ainda contou que a decisão de se tornar cortesã foi muito bem pensada e madura, por isso não tem intenção de voltar atrás.

Ela pretende ser acompanhante de luxo para os próximos dez anos.

“Outro dia, um conhecido meu, muitíssimo conhecido, me mandou uma mensagem dizendo que minha escolha era uma fase. Que não permitia que outras pessoas falassem mal de mim e que, um dia, eu iria encontrar um grande amor”, relatou.

“Eu respondi que ele não precisava me defender, porque ele estava me ofendendo mais do que quem está falando mal de mim, por recalque. A minha decisão é uma decisão madura, e não é uma fase. Quem é que vai se tornar cortesã por fase?”, completou.

*As fotos são do arquivo pessoal da ex-professora da Unic Sorriso.

35 COMENTÁRIOS

  1. Peguei essa gaucha em brasilia ha alguns dias, quando fui la ver a bagunça do impedimento da doida.
    Essa mulher nasce pra chupar na cuia de chimarrão, pensa numa boca delicia.

  2. para ELES que estão criticando, deve ser pq não gostam.
    para ELAS que estão criticando é dor de cotovelo.
    EU gosto e muito,,, tanto e que digo.
    JÁ PEGUEI ELA AQUI EM SORRISO (na faixa) e vale a pena viu, é uma delicia.

  3. Rsrsrs ! Me expliquem uma coisa, oq aconteceu com a matéria sobre a violência em Lucas, assaltos e o reforço q chegou, o Otaviano Pivetta mandou apagar por causa dos comentários? Pq aqui em Lucas ele manda e é proibido divulgar algo de rui q acontece. . .

  4. Essa foi professora mto tempo na Unic. Veja a figura sujando a profissão de professor, pois para ela era apenas bico. Diretores da Unic e grupo Kroton reveja o quadro de professores seus em Sorriso coordenadores enfim e nao é so professora tem professor também , pois a coisa tá feia bvelo exemplo para nossos jovens que tem a cabeça virada , olha na frente da instituição alunos bebendo wisk e não é depois da aula tem uns que o professor está na sala de aula eles saem vão beber depois volta para a sala de aula, sei que são maiores mais fica feio para Unic. acho que melhor e reclamar direto no grupo kroton em Minas Gerais pois lá é serio e não bagunçado.

  5. Esse e a cara do Brasil quando se fala em educação eles mostram uma parte podre dessa essa senhora nunca foi uma educadora nem aqw e nem ma China ela deve sr encontrado que pena isso e um mal exemplo a prostituta resolveu se promover

  6. Kkkk, a cada dia que passa fica mais difícil ver e ler certas coisas. . . Desculpem mas sou do tempo que fumar era bonito e da o c… era feio. . .

  7. Pq nao publicam o trabalho q os professores tem em lecionar nas escolas publicas, a desvalorizacao da classe ou ate a falta de recursos na escola. Nimguem faz materias sobre esses temas fundamentais para a mudanca de um pais

  8. Qual a noticia, ela já esta fazendo sua propaganda, agora um site de noticias expor tipo de matéria, não gosta da profissão que escolheu,foi para outra, aventureira,vulgar.Não pago as contas delas, se ela acha bonito…Precisamos de site com credibilidade que nos proporcione matérias com conteúdo. Se fosse tão culta.Triste não querer se comparara com prostitutas, garotas de programa, cortesã e só uma prostituta que atende a uma certa camada da sociedade. Parabéns Claudia de Marchi,todos devemos fazer oque que gostamos e nós faz bem, só não rebaixe as demais colegas cada uma no seu canto.MT procure notícias interessantes, tire dúvidas ao consumidor, cabelo,saúde….

  9. Com certeza está pessoa deve ter pago bem para se promover, ao invés de buscar bons exemplos e coisas construtivas para promover divulgam o pior. Concordo plena mente com o terceiro comentario

  10. taaa virando palhaçada essa historia dessa mulher… tem gente que so pode ta ganhando grana pra ta postando essas coisas ae… ja faz tempo que rola essa mulher…

  11. Atenção mulherada…quando o assunto na grande mídia é a questão do estupro coletivo veja nessa site uma matéria destacando uma p… se liguem estudar para que? Pelo jeito ser quenga esta mais na moda e é mais lucrativo. Pqp

    • Se você acha ridículo esse tipo de conteúdo e se sente indignado, por que perdeste tempo lendo e comentando a matéria? Tu és contraditório.

    • Se você acha ridículo esse tipo de conteúdo e se sente indignado, por que perdeste tempo lendo e comentando a matéria? Tu és contraditório.

  12. Quanto menos informações como estas tivermos, menos nojeiras teremos no mundo. Infelizmente, os empresários da mídia parecem fecharem os olhos para os problemas que enfrentamos em nosso país. OBSERVEM o que aconteceu no caso conhecido nacionalmente como ESTUPRO COLETIVO, o primeiro caso divulgado foi no Piauí, e o que se segue é uma sequencia absurda de casos semelhantes. Da mesma forma, os casos de abuso sexual de vulneráveis envolvendo pessoas da mesma família, como tem crescido, outrossim, todas as vezes que alguém quer tonar-se conhecido na mídia acha um meio de “POLEMIZAR” manifestando muitas vezes uma opinião medíocre.
    Se os nobres empresários que acabam de divulgar esta baboseira conhecessem esta mulher como eu a conheci em sala de aula, se daria conta de que o que ela realmente busca é discipular pessoas, tornando-as como ela, DISSIMULADA, SEM VERGONHA E TAMPOUCO PUDOR, O QUE JÁ TEMOS DE SOBRA, Não precisamos de pessoas para dar maus exemplos para nossos filhos, do contraro bastaria olhar para os políticos. quanto menos de pessoas depravadas, sem moral e sem vergonha. precisamos de pessoas descentes que transmitam valores aos nossos filhos e não idealistas nojentos para afunda ainda mais este pais na miséria. TÁ dado o RECADO !

  13. Noa vale 500 Dilmas, essas fotos cheia de photoshop, ate ontem todo mundo c. de graça aqui me Sorriso, nunca vi puta chata fazer sucesso !!!!

  14. Gostei da matéria. Essa mulher é uma guerreira. Acho que deveriam incluir as matérias de ‘kamasutra’, ‘pole-dance’ e ‘massoterapia’ na grade curricular do curso de direito, para melhor preparar os acadêmicos para o futuro.

  15. Eu uma leiga no assunto fico me perguntando pq um site de notícias como este dá ênfase a uma história desse tipo. Bem, seria acessos, audiência, enfim penso oq as pessoas tem a ver cm a vida e escolhas dela? Cada um certamente tem algo de obscuro e secreto q não gostaria de compartilhar mas e daí? Cada um é dono da sua vida. Mas oq vejo é hipocrisia, gente dando opinião de algo q não tem idéia. Cada ppessoa tem alguma situação que precisa melhorar na vida. Que tal começarmos cuidando cada um da sua vida, trabalho, família.. tanta coisa pro mt notícias buscar, talvez mais informações q mudariam a vida da população dessa cidade, dicas…mas a vida alheia é mais interessante né. .apontar o dedo p outro desvia da própria q talvez possa estar bem mais ou tal qual obscura..rs deixem ela ser feliz q ganhar dinheiro da forma q quiser..qm somos nos p criticar? E mt notícias tem tanta coisa interessante p vcs noticiarem!

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here