Início Geral GOE da Polícia Civil de Mato Grosso tem dois policiais atiradores de...

GOE da Polícia Civil de Mato Grosso tem dois policiais atiradores de elite

0
Compartilhar

A Gerência de Operações Especiais (GOE), da Polícia Judiciária Civil, tem dois policiais formados no Curso de Atirador de Precisão Policial, também conhecido por Sniper ou atirador de elite. O investigador Bruno Monti concluiu o curso, ministrado pela Divisão de Operações Especiais (DOE), da Polícia Civil do Distrito Federal.

Participaram da especialização 14 profissionais da Segurança Pública e Defesa, como  Exército Brasileiro, Polícia Federal, Polícias Civil do Estados de Goiás, Mato Grosso, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Bahia, e de Brasília (DF).  O curso teve duração de 33 dias, com carga horária de 224 horas/aulas, e finalizou no dia 10 de abril com 12 policiais.

O Curso de Atirador de Precisão Policial objetiva formar o profissional de segurança pública para desempenhar a função de atirador de precisão policial, com segurança e eficiência, nas atividades operacionais e de polícia judiciária.

Para participar do curso, é exigido que o policial tenha Curso de Operações Tática Especial, que forma o operador tático para atuação em missões de risco e complexidade como combate em áreas restritas  e tomadas de reféns, operações com explosivos e outras voltadas o combate ao crime organizado e tráfico de drogas.

De acordo com o investigador  Bruno Monti, o treinamento é intenso e os alunos são treinados em diversas situações, envolvendo aulas teórica e práticas, como balísticas, gerenciamento de crise, técnicas de camuflagem, aspectos jurídicos do tiro de precisão, planejamento operacional de missões policiais, utilização de equipamentos óticos, orientação e navegação, tiro de precisão, atividades em ambientes urbanos e rurais, e outras.

“Esse especialista tem como missão, a de neutralizar, ou seja, em uma situação de crise, quando não existe outro recurso e a autorização foi dada pelo Gerente da Operação, cabe ao Atirador de Precisão preservar a vida do refém detendo a ação criminosa do perpetrador do evento crítico através do disparo preciso de incapacitação imediata”, explicou o investigador.

O profissional Sniper para cumprir com sucesso suas missões, necessita de treinamentos físicos e técnicos específicos e constantes, equipamentos diferenciados como armamento de precisão com equipamento óptico de qualidade, munições específicas, diversos equipamentos para camuflagem urbana e rural, mantimentos para permanecer em ambientes de operações por tempo indeterminado.

As opiniões postadas nos comentários não representam a opinião do site. Comentários ofensivos poderão ser excluídos ou moderados.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here