MT: Agentes penitenciários cobram concurso e cruzam os braços por cinco dias

MT: Agentes penitenciários cobram concurso e cruzam os braços por cinco dias

0

Os agentes penitenciários de Mato Grosso deliberaram em assembleia geral extraordinária da categoria, na última quinta-feira, 17,  cruzar os braços por cinco dias. O protesto inicia-se na próxima segunda-feira, 12. Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores Penitenciários do estado de Mato Grosso (Sindispen-MT), João Batista, é urgente que o Governo do Estado realize concurso público para a categoria, assim como viabilize a  jornada voluntária, o que iria suprir a demanda por servidores emergencialmente.

“Na mídia o governo tem falado que os projetos estão andando, concordo, em círculos, mas está andando. O processo é lento e precisamos da união de todos para dar celeridade. O sindicato tem feito a sua parte, tem cobrado, convocando os servidores para as mobilizações. Estamos constantemente em contato com os gestores, Mobilizar a categoria para o enfrentamento e manter os servidores motivados”, frisou Batista.

Conforme o presidente, durante o período da greve, serão suspensas todas as visitas a familiares e advogados a detentos, bem como os agentes deixarão de atuar na remoção de presos, inclusive para audiências judiciais, sendo garantidos Alimentação, saúde, alvará de soltura e audiência da vara de execução penal e tornozeleira eletrônica.

Ainda para o presidente, as reivindicações apenas buscam trazer mais seguranças para as unidades. Isto porque a falta de efetivo faz com que em algumas unidades, apenas dois agentes fiquem responsáveis por até 150 presos e  que o Governo  que vem adiando a realização de concurso desde dezembro de 2015, conforme compromisso firmado com a categoria.

Olhar Direto/Patrícia Neves/foto arquivo MTnoticias.net

Compartilhar

Deixe um Comentário