MT: Após 31 anos de serviço na polícia, investigador morre no primeiro...

MT: Após 31 anos de serviço na polícia, investigador morre no primeiro dia da aposentadoria

0

Após 31 anos de serviço à Polícia Civil, o investigador Wilson Valério da Silva, de 55 anos, morreu nesta manhã, 9, no primeiro dia de sua aposentadoria após sofrer um infarto. O policial estava na 2ª Delegacia do Carumbé (onde também funciona o plantão metropolitano) quando passou mal. Wilson assinou a aposentadoria na semana passada.

Ele chegou a ser socorrido pelos colegas até a policlínica do Planalto, que fica apenas alguns metros da unidade policial, mas já chegou morto ao local.

“Era um policial dedicado, um excelente profissional.  Trabalhamos juntos nos últimos dois anos e nunca registramos nenhum tipo de problema. Uma conduta exemplar”, destacou o investigador Marcos Amorim, que trabalhou com o investigador ao longo dos últimos dois anos.

De acordo com a Polícia Civil, o investigador Wilson estava conversando com um grupo de colegas e combinava uma peixada para se despedir dos amigos. “Ele ainda fez uma ressalva que iria aguardar o delegado Waldeck {Duarte} retornar de férias para marcar o almoço quando começou a ter espasmos”, relata um policial.

Na sequência, o investigador encostou em uma parede da delegacia  e começou a desfalecer.

Desesperados, os colegas chegaram a acionar o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), mas desistiram de esperar e o levaram para a policlínica em uma viatura. Ao ser atendido, o médico plantonista informou que o mesmo apresentava morte cerebral.

Informações sobre o local de velório ainda não foram divulgadas.

Compartilhar

Deixe um Comentário