Início Cidades Mato Grosso MT: Embriagada, servidora da Sejudh é presa após bater em carro de...

MT: Embriagada, servidora da Sejudh é presa após bater em carro de idoso, xingar e ameaçar PMs

0
Compartilhar

A servidora da Sejudh (Secretaria de Justiça e Direitos Humanos), identificada como M.R.B.N., 28 anos, foi presa – no fim da tarde da última quarta-feira (07) – após bater no carro de um idoso, xingar e ameaçar os policiais militares que atenderam a ocorrência, no bairro Vila da Serra I, em Cuiabá. Conforme as informações, ela estaria completamente embriagada e teve um ataque de fúria. Nem a própria mãe conseguiu conter a suspeita. Na delegacia, ela disse que pediria ao secretário da pasta para prejudicar os militares.

Conforme as informações do Boletim de Ocorrências (nº 2016.284700), a servidora pública trafegava em alta velocidade pela avenida Miltom Figueiredo quando atingiu o Celta em que estava contra a lateral da Saveiro dirigida pelo idoso. Ela perdeu o controle do veículo, saiu da pista, arrebentou uma cerca e entrou com o carro no mato. O pneu dianteiro direito chegou a estourar.

Os policiais militares foram acionados e quando chegaram ao local perceberam que a mulher mal conseguia ficar em pé e tinha dificuldade na fala. Além disto, o BO narra que ela também tratou os militares com arrogância, dizendo que já estava resolvendo a situação e que não precisava da policia.

Questionada se ingeriu bebida alcoólica, ela confirmou, mas recusou-se a fazer o teste de alcoolemia. Quando foi informada que seria encaminhada para a delegacia, a servidora pública começou a xingar os policiais com palavras de baixo calão, além de ameaçá-los. A mulher disse que trabalhava com o secretário da Sejudh e que pediria para que os militares fossem prejudicados.

Por fim, o documento ainda revela que a servidora teria dito que conhecia presidiários e que iria mandar que eles matassem os policiais. Foi necessário o uso de algemas para conter a mulher em fúria. Na delegacia, ela continuou a xingar e desacatar os militares. A mãe da suspeita esteve no local, mas nem ela conseguiu contê-la. Dentro do veículo foi encontrada uma garrafa vazia, com odor de álcool.

Olhar Direto/Wesley Santiago/foto reprodução

Compartilhar