Início Cidades MT: Homem que cometeu suicídio em caixa d’água matou duas mulheres e...

MT: Homem que cometeu suicídio em caixa d’água matou duas mulheres e era caçado pelas polícias

0
Compartilhar

Marcelo Rodrigues Fins, de 39 anos, que cometeu suicídio no final da manhã de hoje, 25, dentro de uma caixa d’água no bairro Mappim, em Várzea Grande, estava com três mandados de prisão em aberto e era apontado como autor de dois assassinatos, um deles da ex-esposa, Maria das Dores dos Santos, de 39 anos, morta com três disparos na cabeça na cidade de Juscimeira (a 156 km de Cuiabá), durante a madrugada desta sexta-feira.

Marcelo e Maria das Dores estavam separados e ele há havia tentado matá-la há três meses. Nessa madrugada, ele – supostamente – consumou o crime depois que a mesma descobriu que o companheiro respondia a processo pelo assassinato de outra mulher, cometido no ano de 2011, no Paraná.

Hoje, pouco depois de matar Maria,  Marcelo teria ido para o bairro Mappim a fim de tentar reencontrar uma jovem com quem já havia mantido um relacionamento. Ele estava no interior de uma  residência quando foi abordado por uma equipe da polícia e saiu correndo em seguida na tentativa de evitar ser preso. Para escapar, foi para um caixa d’água e passou a dizer que iria cometer suicídio.

Pouco depois, um grande aparato policial, envolvendo forças especializadas de segurança, foi montado na tentativa de prender o criminoso, mas sem sucesso.

Desnorteado, minutos depois de ‘entrar’  na caixa d’água, ele disparou um tiro no queixocujo projetil transfixou, permanecendo com vida.Mesmo ferido, Marcelo ainda conseguiu disparar mais uma vez e morreu no local.

Marcelo já era conhecido das polícias pela prática de crimes contra mulheres. No ano de 2011 ele matou e ateou fogo ao corpo da namorada Lígia Maria Siqueira, de 29 anos, no Paraná.  O corpo dela foi encontrado às margens da BR-116, quatro meses após o crime.  Na época,  o ‘namorado’ ainda tentou iludir os parentes da moça fazendo se passar pela ela e utilizando a conta da mesma no extinto, MSN (programa de mensagens instantâneas pela internet) para simular que ela ainda estava viva. O corpo de Marcelo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), em Cuiabá.

As opiniões postadas nos comentários não representam a opinião do site. Comentários ofensivos poderão ser excluídos ou moderados.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here