MT: Idoso invade residência, mata suspeito de roubo e atira em avó...

MT: Idoso invade residência, mata suspeito de roubo e atira em avó de 77 anos

5

Um suspeito de furtar uma residência foi morto a tiros na tarde deste sábado (05) em Diamantino (a 188 Km da Capital). De acordo com informações da Rádio Pioneira, o autor dos disparos teria cometido o crime após ser assaltado pela vítima M. S. P., de 32 anos. O caso ocorreu por volta das 15h  na rua Aparício Valeriano Siqueira, no bairro Conceição.

A avó de M., F. de F. P., de 76 anos, também foi atingida no confronto. Ela teria tentado proteger o neto dos disparos quando o agressor, identificado apenas como sendo um idoso de nome “M.”, acertou um tiro no rosto e na coluna da idosa.

M., por sua vez, levou três tiros nas costas. Avó e neto foram conduzidos em estado grave ao Pronto Atendimento, onde M. faleceu logo após receber os primeiros socorros. Sua avó F., de 77 anos, foi atendida pela equipe médica e encaminhada ao Pronto Socorro Municipal de Cuiabá para tratamento especializado.

Ainda segundo informações da Rádio Pioneira, uma das balas atingiu F. próximo ao olho direito. O outro disparo acabou acertando a primeira vértebra da idosa que pode ficar paraplégica.

Motivação

A polícia acredita que o crime tenha sido motivado por vingança. A vítima do homicídio havia sido preso suspeito de praticar furtos na casa do autor dos disparos na última terça-feira (01), M. havia sido liberado da carceragem nesta sexta-feira (04).

Compartilhar

5 COMENTÁRIOS

  1. Que matéria horrível.
    “identificado apenas como sendo um idoso de nome “M.”, acertou um tiro no rosto e na coluna da idosa.”
    “M., por sua vez, levou três tiros nas costas.”
    “M. faleceu logo após receber os primeiros socorros.”
    “M. havia sido liberado da carceragem nesta sexta-feira”

    Entendi, o véio estava preso, saiu, atirou na véia, levou três tiros e morreu. O bandido viu a cena e morreu tbm. (Y

  2. Esses ficaram para a conta da “justiça”, que mais uma vez, não teve competência para segurar um bandido preso, por mais de quatro dias.
    Assim, fez um cidadão de bem, se tornar um criminoso, pelo simples fato deste buscar uma “justiça mais justa”.

Deixe um Comentário