Início Editorias Polícia MT: Operação Top Five prende um dos maiores líderes de roubos em...

MT: Operação Top Five prende um dos maiores líderes de roubos em fazendas de 4 estados

0
Compartilhar

O chefe de uma das maiores quadrilhas que age nos Estados de Minas Gerais, Goiás, Tocantins e Pará, em roubos de propriedades rurais, teve quatro mandados de prisão cumpridos pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (22.05), em Barra do Garças (509 km a Leste), na operação “Top Five” da Segurança Pública, deflagrada pela Polícia Civil no Estado de Mato Grosso.

O suspeito, Iris Pereira da Silva, 34 anos, é a primeira liderança criminosa presa em Barra do Garças, dentro da operação “Top Five”, deflagrada com o foco de identificar e prender os cinco maiores criminosos que atuam em municípios mato-grossense.

O criminoso estava com quatro mandados de prisão em aberto, sendo duas preventiva e dois executivos de penas que ultrapassam os 30 anos de prisão pela prática de roubos majorados, homicídios qualificados e formação de quadrilha. Sua quadrilha é acusada de mais de 50 roubos em fazendas dos estados de Goiás e Minas Gerais.

O quadrilheiro era investigado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Barra do Garças com auxílio do Núcleo de Inteligência da Delegacia Regional de Barra. Ele estava preso desde o 11 de maio desde ano, mas com outro nome falso e desafiava a polícia a descobrir sua verdadeira identidade.

Na ocasião, o suspeito foi preso em posse de um caminhão roubado por sua quadrilha no dia 10 de maio na cidade de Leopoldo Bulhões, em Goiás. Ele apresentou identidade falsa em nome de Hildásio Lemos Peixoto. “A partir daí os investigadores passaram a solicitar informações a várias instituições como a Politec, Instituto de Identificação de Goiás, Instituto de Identificação de São Paulo e Policia Federal, sendo possível identificar o suspeito como sendo Iris Pereira da Silva”, explicou o delegado da Derf, Wilyney Santana Borges.

Segundo o delegado, Iris é um dos líderes de seu grupo criminoso, especializado em roubos a propriedades rurais cometido pela quadrilha sempre fortemente armada. “Eles cegam às propriedades, rendendo as pessoas para subtrair maquinários agrícolas e caminhões, os quais são levados para a Bolívia e Paraguai, recebendo em pagamento drogas do tipo maconha e cocaína”, explicou o delegado. “Eles usavam Mato Grosso como rota para levar os veículos para a Bolívia”, completou  Wilyney.

No estado de Goiás, o suspeito Iris possui 13 passagens policiais e seu grupo criminoso é suspeito do roubo em mais de 30 propriedades rurais. Já no Estado de Minas Gerais, onde ele também tem mandado de prisão em aberto, sua quadrilha foi responsável pelo roubo de 22 propriedades rurais. “Demonstrando sem dúvida nenhuma que ele é um dos maiores quadrilheiros do Brasil”, frisou o delegado regional de Barra do Garças, Adilson Gonçalves de Macedo.

As opiniões postadas nos comentários não representam a opinião do site. Comentários ofensivos poderão ser excluídos ou moderados.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here