Início Geral MT: Ouro ilegal descoberto em Pontes e Lacerda tem 99% de pureza;...

MT: Ouro ilegal descoberto em Pontes e Lacerda tem 99% de pureza; Governo fará vistoria no local

2
Compartilhar

O ouro que está sendo explorado nas últimas duas semanas em Pontes e Lacerda (448 km a oeste de Cuiabá) tem um grau de pureza de 99%, de acordo com o prefeito do município, Donizete Barbosa (PSDB). Por isso, o garimpo improvisado tem atraído tantos moradores da cidade, sem experiência em mineração. O prefeito acredita que não mais que 500 pessoas que estão atuando no garimpo vieram de fora da região.

A estimativa é que mais de 2 mil pessoas estejam tentando extrair ouro na serra localizada a cerca de 20 km da cidade, que está sendo chamada de “Serra Pelada de MT”. Porém, o número de pessoas no local oscila bastante. Ele se reuniu com o governador Pedro Taques (PSDB) na manhã desta quarta-feira (14) para pedir auxílio do Estado na saúde, segurança e organização.

“O ouro extraído em Pontes e Lacerda tem 99% de pureza, quase 100%. Estão extraindo pedaços de 10 quilos de ouro. Tem gente que extraiu 25 quilos numa única noite”, relatou Donizete ao Olhar Direto. Por outro lado, ele afirmou que a foto de uma grande pepita apoiando um copo de cerveja que circulou nas redes sociais é falsa. “Aquilo lá é mentira. O cara pintou aquele negócio”, garantiu.

A empolgação de alguns moradores como garimpo é tanta que tem até gente faltando ao serviço para procurar ouro na serra. “Tem velho, velha, criança, mulher grávida. A maioria das pessoas é de dentro da cidade. E existe uma cooperação entre eles, porque são pessoas que se conhecem. Não são garimpeiros. Tem até empresários lá dentro, fazendeiros. Na minha empresa faltaram oito funcionários na semana passada porque foram para o garimpo”, contou o prefeito, que é dono de uma empresa que constrói redes de energia na zona rural.

Ouro ilegal 

Mas todo esse ouro é ilegal. Nenhuma dessas pessoas tem licença do Governo Federal para explorar o minério, tornando o garimpo fora da lei. O ouro retirado no local tem que ser comercializado ilegalmente, pois não há certificado de origem nem pagamento de impostos. Além disso, a serra que está sendo garimpada é uma área de preservação permanente (APP) que fica entre dois assentamentos do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

Por tudo isso, o Ministério Público Federal (MPF) entrou com ação na Justiça Federal em Cáceres pedindo a desintrusão da área de garimpo, e o suporte da Polícia Militar, Exército e Polícia Federal para pôr fim a toda atividade de extração de ouro no local. Para complicar ainda mais, tramita no Departamento Nacional de Produção Mineral um pedido de licença feito pela empresa Mineração Tarauacá Indústria e Comércio S.A. na área, englobando 571 hectares. O requerimento feito no ano 2000 é para pesquisa.

“O ouro é ilegal. Se alguém for pego pela Polícia Federal com esse ouro, em qualquer lugar, ele é requisitado. O subsolo é propriedade da União, e sem licenciamento todo esse ouro é ilegal. Mas em pequenas quantidades algumas pessoas têm conseguido vender sem serem pegas. Em grandes quantidades não dá”, observou o prefeito Donizete.

Vistoria do Estado

Ele aguarda o diagnóstico do governo estadual sobre a situação do garimpo e do município para fazer uma reunião com os três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) nas três esferas (municipal, estadual e federal). Na manhã desta quarta-feira (14), Donizete se reuniu com o governador Pedro Taques e pediu que ele intermediasse essa “mesa redonda”, para discutir uma solução para o garimpo.

Por meio da assessoria, o governador Pedro Taques garantiu que o Estado vai agir para coibir a extração de ouro de forma irregular no local. Uma equipe da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) vai ao local também fazer uma vistoria para verificar se há dano ambiental na extração do minério. Na terça-feira (13), Taques recebeu um panorama da situação do garimpo ilegal, e aguarda a vistoria para traçar um plano de ação.

Cotação

A cotação do ouro está em US$ 1.176 a onça troy nesta quarta-feira (14). Onça troy é uma medida que equivale a pouco mais de 31 gramas. Um quilo de ouro é equivalente a pouco mais de 32 onças troy.

garimpo-lacerda-aerea

As opiniões postadas nos comentários não representam a opinião do site. Comentários ofensivos poderão ser excluídos ou moderados.

2 COMENTÁRIOS

  1. O GOVERNO TA QUERENDO PASSAR A MAO NO OURO, QUEREM COBRAR IMPOSTO, NINGUEM PODE TER OU CONSEGUIR NADA QUE QUEREM ROUBAR VAO TUDO SE LASCAR.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here