Início Cidades MT: Polícia encontra 300 kg de maconha em cozinha de residência

MT: Polícia encontra 300 kg de maconha em cozinha de residência

0
Compartilhar

Ao menos 416 tabletes de maconha foram apreendidos pela Polícia Civil, dentro de uma residência, localizada no Bairro Nova Fronteira, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. O entorpecente estava escondido dentro da cozinha e a polícia avalia se tratar de 300 quilos de maconha avaliados em R$ 300 mil. Um homem, de 33 anos, foi preso em flagrante no local por tráfico de drogas.

De acordo com a Polícia Civil, a maconha seria revendida no mercado ilícito da Grande Cuiabá. O flagrante foi feito na sexta-feira (11) pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) após denúncia anônima sobre a chegada de um carregamento de entorpecente, possivelmente trazido do Mato Grosso do Sul.

O delegado Luiz Henrique Damasceno informou que há cerca de 20 dias, a delegacia recebeu informação e passou a fazer vigilância 24 horas, por meio de campanas, para confirmar o tráfico de drogas, e nos últimos dias os policiais identificaram comportamento estranho do suspeito, que estava tentando enterrar dois galões de 100 litros no quintal. “Isso indicava que ele estava se preparando para receber o entorpecente. Quando chegamos à residência ele ainda não tinha enterrado, achamos somente 8 quilos enterrados”, disse o delegado.

As buscas realizadas foram feitas com autorização da Vara de Delitos de Tóxicos de Várzea Grande, que também concedeu ordens de buscas em outros três endereços que o suspeito frequentava. Em uma das ações, os policiais encaminharam um usuário de drogas à delegacia, que respondeu Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) de uso e foi liberado.

“Acreditamos que ele funcionava como gerente, que tomava conta da droga e que faça parte de alguma organização criminosa. Agora iremos tentar identificar os proprietários do entorpecente”, finalizou o delegado.

As opiniões postadas nos comentários não representam a opinião do site. Comentários ofensivos poderão ser excluídos ou moderados.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here