Início Cidades MT: Polícia encontra corpos de cunhados desaparecidos no Manso

MT: Polícia encontra corpos de cunhados desaparecidos no Manso

1
Compartilhar

Policiais da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) localizaram, no final da madrugada desta terça-feira (6), os corpos dos cunhados Wagner Luiz de Arruda, 33 anos, e Fábio Conceição de Campos, 37.

Eles estavam desaparecidos desde o dia 11 de agosto deste ano, quando saíram para pescar na região do Lago de Manso, a 100 km de Cuiabá, no Município de Chapada dos Guimarães..

Os corpos estavam enterrados numa propriedade rural, na região de Marzagão, no Município de Rosário Oeste (125 km ao Norte da Capital).

O local fica próximo à residência onde o casal Rivael Xavier Pereira e Gislene Almeida Cruz foi executado 17 dias depois do desaparecimento de Wagner e Fábio.

O casal seria ouvido como testemunha do sumiço dos dois rapazes, e o caso é considerado pela Polícia como “queima de arquivo”.

O chacareiro foi executado com sete tiros e a mulher, que estava grávida de seis meses, levou três tiros, sendo dois na cabeça e um no abdôme.

Os policiais ficaram durante todo o dia vasculhando o local, até localizar as covas rasas, onde os dois cunhados foram enterrados.

Eles teriam sido executados um dia após saírem de casa.

Wagner e seu cunhado saíram de casa para pescar e, desde então, os contatos com familiares cessaram.

Para a mãe, um deles dizendo que iria “fazer uma cobrança”, mas não forneceu detalhes.

Desde então, a Polícia só tem notícias do carro deles – um Corsa prata, que foi localizado, cinco dias depois, em Nova Brasilândia (200 km ao Norte de Cuiabá).

Para a esposa, o eletricista disse que iria pescar com o cunhado e voltaria naquele dia mesmo. Os celulares foram desligados e não há informação alguma desde o dia em que desapareceram.

A propriedade do casal teria sido o último local por onde os cunhados passaram, e as duas vítimas foram a últimas pessoas a terem contato com os dois.

O casal teria sido executado durante a madrugada e os corpos foram encontrados na residência na parte da manhã, por uma pessoa que esteve na casa procurando por eles.

A residência não estava revirada  e não há informação de que os bandidos levaram algum pertence, o que caracterizaria o latrocínio.

A localização dos corpos ocorreu dias após uma megaoperação, quando mais de 20 policiais fizeram uma varredura por terra e por ar, na região

Durante mais de 10 horas de buscas, nada foi localizado.

Com a localização dos corpos – que estão em fase de esqueletização -, técnicos do IML foram acionados para encaminhar os procedimentos para a necropsia.

Com isso, será possível saber como os dois foram executados.

As opiniões postadas nos comentários não representam a opinião do site. Comentários ofensivos poderão ser excluídos ou moderados.

1 COMENTÁRIO

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here