Início Cidades MT: Presos satirizam em rede nacional e dizem usar até animais para...

MT: Presos satirizam em rede nacional e dizem usar até animais para ‘enganar’ fiscalização de tornozeleiras

0
Compartilhar

Os presos de Mato Grosso satirizaram o uso das tornozeleiras durante uma reportagem no Jornal Nacional, da Rede Globo, exibida na última segunda-feira (31). De acordo com alguns detentos, há falhas na fiscalização e alguns admitiram até colocar os aparelhos em animais para enganar o sistema.

“No papel, quando você sai, dizem que se passar do horário ou deixar descarregar, eles te ligam ou vão na sua casa no outro dia para te buscar. Mas até hoje, nunca fizeram isso comigo”, disse um dos detentos. O outro acrescentou que usa até animais domésticos para burlar o sistema: “Tira e amarra em um animal para manter o batimento cardíaco”.

O número de presos usando a tornozeleira em Mato Grosso subiu de 500 (no início do ano) para 1.780, em apenas seis meses. A Secretaria de Justiça de Mato Grosso estima que o índice de reincidência em quem usa os equipamentos é de 17%: “Infelizmente, o uso da tornozeleira não está inibindo o crime”, disse a delegada Nubya Beatriz Gomes dos Reis, da Delegacia de Roubos e Furtos (Derf).

O Presidente do Sindicato dos Agentes dos Penitenciários, João Batista Souza, explicou que se alguma irregularidade for percebida, tem de se esperar 24 horas para enviar uma equipe até o local em que o detento está: “Não tem uma equipe de apoio preparada aqui fora. Teríamos que ir automaticamente, no momento”.

Vale lembrar que no último domingo (30), criminosos que utilizavam tornozeleiras eletrônicas invadiram a casa de um juiz federal, no bairro Santa Rosa, em Cuiabá, aproveitando a chegada do entregador de um restaurante. A polícia conseguiu prender os acusados no mesmo dia, graças a uma rápida ação.

O secretário de Justiça e Direitos Humanos de Mato Grosso, Márcio Dorileu, explicou que as falhas serão corrigidas: “Não existe em nenhum lugar do mundo, um sistema 100% seguro. Posso afiançar que há uma preocupação de todos, do poder público para o aperfeiçoamento destas medidas de segurança”.

Confira a reportagem clicando AQUI.

As opiniões postadas nos comentários não representam a opinião do site. Comentários ofensivos poderão ser excluídos ou moderados.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here