MT: Taques busca investimentos com Fundo Mubadala para infraestrutura

MT: Taques busca investimentos com Fundo Mubadala para infraestrutura

1

O Fundo Mubadala possui cerca de US$ 66 bilhões disponíveis para investimentos, dos quais em torno de 20% devem ser aplicados no Brasil. A quantia está disponível para investimentos em energia, infraestrutura, indústria e tecnologia. Tais assuntos, inclusive, foram o foco da reunião realizada nesta quinta-feira, 18 de fevereiro, entre o governador Pedro Taques e representantes do fundo internacional.

O encontro entre Taques e representantes do Fundo Mubadala ocorreu em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes. O governador de Mato Grosso encontra-se naquele país em busca de investimentos para o Estado e para participar do Fórum Global para Inovações na Agricultura (GFIA).

Na oportunidade o governador de Mato Grosso apresentou aos representantes do fundo internacional uma plataforma de projetos voltados para a infraestrutura logística do Estado. A reunião contou com a participação dos deputados Guilherme Maluf e Dilmar Dal Bosco, do presidente da Famato, Rui Prado e do vice-presidente da Fiemt, Silvio Pereira Rangel.

O grupo que forma o Fundo Mubadala trabalha, hoje, com diversificação de investimentos e possui base no Brasil, tanto que está adquirindo um hotel no Rio de Janeiro.

No encontro Taques apresentou dados de produção agrícola e pecuária de Mato Grosso e suas representatividades em meio à produção nacional.

Segundo o Governo de Mato Grosso, o grupo desconhecia o potencial produtivo e turístico do Estado. “Vejo esta primeira aproximação como algo muito importante, uma vez que os representantes do fundo estão dispostos a fazer novos investimentos no Brasil. Já estudamos a possibilidade, inclusive, de estreitar as relações com os Emirados Árabes para a viabilização da ferrovia transcontinental, uma vez que o país já possui relacionamento com a China”, afirmou o governador Pedro Taques, após o encontro.

O grupo de investidores de Abu Dhabi destacou que especialistas em agricultura e pecuária do fundo irão analisar as informações apresentadas pelo Governo de Mato Grosso e estudar de que forma podem contribuir com o desenvolvimento do Estado. Os números, inclusive, serão repassados para um grupo de três mil empresários ligados ao fundo que buscam novas alternativas de investimento.

“É muito importante compartilhar informações. Se os investidores não conhecem o potencial dos estados, não poderão investir. Por isso avalio como muito importante à vinda do governador. Iremos apresentar esses números ao nosso conselho e a primeira impressão que vocês deixaram foi muito boa”, destacou diretor do fundo, Khaled Al Rashedi.

Conforme o secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, Seneri Paludo, um missão deverá ser organizada no Estado para receber a visita de possíveis investidores. Um convite oficial deverá ser encaminhado ao ministro de Relações Internacionais dos Emirados Árabes para possa conhecer Mato Grosso e suas potencialidades, juntamente com o Fundo Mubadala.

Compartilhar

1 COMENTÁRIO

Deixe um Comentário