Início Cidades MT: TRE julga improcedente ação por abuso de poder político contra Mauro...

MT: TRE julga improcedente ação por abuso de poder político contra Mauro Savi

2
Compartilhar

O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) julgou, por unanimidade, improcedente a ação de investigação contra o deputado estadual Mauro Savi, acusado de abuso de poder político e econômico nas eleições de 2014.

Conforme a denúncia do Ministério Público, Savi, durante a campanha eleitoral, teria sido beneficiado pelo prefeito de Vila Bela da Santíssima Trindade (540 km de Cuiabá), Anderson Andrade (PDT), que teria dispensado servidores do expediente para comparecer a uma carreata de Mauro Savi.

Mauro Savi conquistou umas das cadeiras destinadas ao cargo de deputado estadual com 55.233 votos.

Uma outra ação, por suposta compra de votos nas eleições de 2014, ainda será julgada pelo TRE. Trata-se investigação sobre um suposto esquema de compra de votos, mediante distribuição de dinheiro, no local identificado como “Chácara do Ostácio”, no município de Juara (630 Km de Cuiabá), já passou por várias sessões e aguarda sob pedido de vista. Os autos investigando abuso de poder entraram pela primeira vez no calendário do colegiado.

O MPE havia pedido, ainda, a quebra do sigilo dos registros telefônicos de Ostácio Bueno de Almeida, apontado como intermediário da compra de votos. Porém, a Justiça Eleitoral negou, no dia 11 de fevereiro, provimento à rogativa. Conforme os autos, seria necessário demonstrar necessidade e utilidade da “medida extrema”.

As opiniões postadas nos comentários não representam a opinião do site. Comentários ofensivos poderão ser excluídos ou moderados.

2 COMENTÁRIOS

  1. Voces precisam rever essa questao da compra de votos de juara pois nao esta ja foi votado e empatou em 3 a 3 e entao sera decidido pela presidente do TRE Que dara o voto de minerva. Podem procurar…

  2. A justiça de Deus nem tarda e nem falha, ela acontece no momento certo e quando a gente tá seguro que ele não viu, ou ignorou,
    Vão dizer o que agora senhores ELEITORES,

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here