Início Cidades Pedro Taques oficializa ruptura com o PDT

Pedro Taques oficializa ruptura com o PDT

0
Compartilhar

O governador Pedro Taques acaba de protocolar a carta de desfiliação do PDT. O documento foi entregue ao presidente do diretório de Cuiabá José Augusto Curvo, conhecido com Doutor Tampinha, pelo chefe da Casa Civil, Paulo Taques.

Segundo Tampinha, a carta de desfiliação será encaminhada aos diretórios nacional e estadual do partido, para os procedimentos burocráticos. A própria /sigla deve comunicar a Justiça Eleitoral sobre a decisão de Taques. Com a saída do PDT, o governador está livre para se acomodar em novo partido. Nos bastidores, circula a informação de que ele já teria optado pelo PSB e deve anunciar a adesão nos próximos dias.

Além do PSB, Taques também está sendo assediado pelo PSDB. Entretanto, a opção de aderir à sigla socialista levou em consideração o excesso de lideranças tucanas de expressão nacional, como o governador de São Paulo Geraldo Alckmin e os senadores Aécio Neves (MG) e José Serra (SP), que poderiam servir de entrave nos futuros projetos políticos.

 Em diversas ocasiões, Taques reafirmou que estava desconfortável no PDT pelo fato de a sigla integrar a base de sustentação da presidente Dilma Rousseff (PT) no Congresso Nacional e chegou a contrariar a orientação partidária, apoiando Aécio à presidência em 2014. Ocorreu que na semana passada, os pedetistas decidiram deixar a base  colocando em xeque o discurso do governador.

Além das divergências com a direção nacional, Taques também é alvo da “artilharia” do  deputado estadual Zeca Viana, que preside o PDT em Mato Grosso. Desde o inicio do ano, o pedetista não economiza criticas ao governador e chegou a declarar que torcia para que o então correligionário deixasse a sigla o mais rápido possível.

As opiniões postadas nos comentários não representam a opinião do site. Comentários ofensivos poderão ser excluídos ou moderados.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here