Por que uma ilha no Canadá está oferecendo terra e trabalho para...

Por que uma ilha no Canadá está oferecendo terra e trabalho para quem quiser se mudar para lá

0

Uma empresa localizada em uma ilha do leste do Canadá está oferecendo terra e trabalho a quem estiver disposto a se mudar para lá.

Trata-se de Cape Breton, na província litorânea de Nova Escócia, no extremo oriente do país, cuja população não chega a 150 mil moradores.

Diante disso, donos de um estabelecimento rural na aldeia de Whycocomag publicaram um anúncio que gerou interesse em todo o mundo.

Eles oferecem emprego na loja e a possibilidade de ocupar, sem custo, dois hectares contíguos de terra na ilha. Segundo o contrato, a área passa a ser de propriedade do funcionário após cinco anos de trabalho.

Oferta
A medida, considerada desesperada por muitos em Cape Breton, tenta frear o êxodo da população da ilha.

Segundo a imprensa canadense, mais de 3,1 mil pessoas do mundo todo se candidataram à vaga.

No entanto, os interessados têm de cumprir com os requisitos de imigração do governo canadense – a vaga só pode ser preenchida por quem tem permissão legal para viver no país.

‘Felicidade’
Em uma mensagem compartilhada nas redes sociais, os donos do estabelecimento disseram que era difícil escolher entre tantos bons candidatos.

A empresa diz já ter contratado uma pessoa e assegura que planeja oferecer duas outras vagas com as mesmas condições.

Trish Trait, a primeira funcionária, compartilhou sua alegria nas redes sociais. “Estou muito emocionada… Pessoas que conheço de todas as partes do Canadá estão tão felizes quanto eu por essa contratação”, afirmou.

Os contratados terão a vantagem (ou a desvantagem, de acordo com o ponto de vista) de viver em uma comunidade rural isolada, longe do mundo urbano.

A ilha de Cape Breton tem uma área de pouco mais de 10 mil quilômetros quadrados. A cultura celta está por toda a parte, trazida por escoceses que emigraram para lá principalmente durante o século 19.

E à medida que a indústria pesada perdeu força na ilha, o turismo se tornou uma nova fonte de receitas para os moradores.

A população, contudo, caiu mais de 5% desde 2006, uma vez que cada vez mais jovens têm decidido migrar para as cidades grandes – e é por isso que os negócios locais estão tentando buscar formas de atrair mão de obra.

Da Rússia ao Senegal
A ilha canadense não é primeira no mundo a oferecer terra gratuita como contrapartida a quem aceita mudar-se para lá.

Neste ano, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, prometeu um hectare de terra a quem fixasse residência no despovoado leste do país.

Em 2011, a aldeia espanhola de Cabestany oferecia moradia a quem se mudasse para o vilarejo.

E em 2010, o Senegal ofereceu terra aos haitianos que migrassem para lá.

Durante o século 19, países como os Estados Unidos, Brasil e Argentina também receberam milhões de imigrantes com promessas semelhantes, mas que nem sempre foram cumpridas.

BBC/Foto: GNU/Tango7174

Compartilhar