Início Cidades Prejuízos com quase 400 mil medicamentos vencidos já supera R$ 1 mi...

Prejuízos com quase 400 mil medicamentos vencidos já supera R$ 1 mi em Várzea Grande

0
Compartilhar

A descoberta de mais de quase 400 mil caixas de medicamentos vencidos na Central de Abastecimento e Distribuição de Medicamentos (Cadim) de Várzea Grande  é superior a R$ 1 milhão, de acordo com a Prefeitura de Várzea Grande. No entanto, a estimativa é de que esse número seja ainda maior considerando que o trabalho de verificação do estoque prossegue por determinação da nova gestão, empossada em maio deste ano, após decisão judicial que determinou a perda do diploma por Walace Guimarães (PMDB).

O resultado do diagnóstico, que já constatou caixas de medicamentos já vencidos também entre o período de junho e julho de 2015,  será encaminhado ao  Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPE-MT).

Ainda conforme a Prefeitura, relatório inicial apontou que foram adquiridos itens de remédios em uma quantidade excessiva, extrapolando e desconsiderando a real necessidade para os usuários da rede pública de saúde no município. O relatório finalizado será encaminhado ao Ministério Público Estadual para as devidas providências.

O secretário municipal de Saúde, Cassius Clays de Azevedo disse que desde quando a atual gestão assumiu a administração municipal entrou na Central de Abastecimento iniciando a triagem e levantamento do estoque.
“O valor do prejuízo financeiro ainda não foi contabilizado, porém a situação encontrada é desoladora. A perda desse alto quantitativo gera prejuízo social e econômico. Os levantamentos feitos por nossas equipes técnicas também apontam compras em grandes quantidades próximas da data de vencimento impossível de serem consumidos,  o que está gerando mais medicamentos vencidos”, disse o secretário.

Procedimento administrativo foi instaurado para que a responsabilidade quanto a compra dos medicamentos seja apurada.

As opiniões postadas nos comentários não representam a opinião do site. Comentários ofensivos poderão ser excluídos ou moderados.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here