Primavera do Leste: Nove clientes passam mal após comerem lanche e churrasquinho

Primavera do Leste: Nove clientes passam mal após comerem lanche e churrasquinho

0

Dois estabelecimentos foram identificados como possíveis locais onde essas pessoas compraram alimentos contaminados: um churrasquinho e uma lanchonete/restaurante. Uma das vítimas, em entrevista à TV Centro América, disse que apenas ela e o marido passaram mal. Os filhos do casal não teriam ingerido os mesmos alimentos que os pais.

“Compramos a comida para o almoço em um lugar onde sempre vamos. À noite começamos a passar mal. Temos relatos que não foram só algumas pessoas que consumiram essa comida, foram várias outras. É uma questão de saúde”, declarou.

Em uma unidade de saúde, os médicos atenderam mais de 20 pessoas que tiveram infecção intestinal, em, pelo menos, 10 internações. Em outros meses, a média é de cinco consultas. Os pacientes apresentavam diarreia, vômito, dores abdominais, febre e mal estar.

“Esses últimos, na semana de outubro, tivemos um grande volume de pessoas com infecção intestinal em decorrência de alimentos que consumiram. Chamou a atenção esse elevado número de atendimentos em um curto período”, comentou o médico infectologista Luís Henrique Duarte.

A Vigilância Sanitária vistoriou os dois estabelecimentos logo após os casos de infecção intestinal. Algumas irregularidades foram constatadas e os locais são acompanhados pelos técnicos da unidade.

“Essa ação de vender produtos impróprios para consumo, produtos vencidos ou estragados, produtos com má conservação em estabelecimentos comerciais, isso se configura como crime previsto no Código de Direito do Consumidor”, explicou o delegado Rafael Fossari. Conforme o delegado, a pena para este tipo de crime varia de 2 a 5 anos de prisão.

G1/foto ilustrativa

Compartilhar

Deixe um Comentário