Início Editorias Polícia Quadrilha que ameaçava policiais é presa em Colniza

Quadrilha que ameaçava policiais é presa em Colniza

2
Compartilhar
Um grupo que vinha aterrorizando a cidade de Colniza (1.065 km a Noroeste) com vários roubos, furtos e ameaças a policiais foi desarticulado, em ação integrada das Polícias Civil e Militar, que resultou na prisão de sete envolvidos. As prisões foram finalizadas na semana passada e o inquérito policial será enviado à Justiça nos próximos dias.
A represália começou depois da apreensão do adolescente K.A.A.D, 17 anos,  apreendido com duas motocicletas roubadas, aparelhos celulares e outro objetos de roubos. O menor foi posto em liberdade e dois dias depois a quadrilha passou a afrontar os policiais militares com ligações de ameaças no quartel e nas residências dos militares, como forma de intimidar e provocar medo em seus familiares.

Os bandidos também ameaçaram os novos policiais civis que foram lotados na Delegacia da Polícia Civil.

As ameaças eram feitas por Dinael Alves Dias Salvaterra, 18, Reginaldo Bernadino Rodrigues, 28, e João Pedro Rizalde Cruz, 18. Também foram presos Williamsmar Fidêncio Lopes, 20, cunhado de Dinael, Josuel Barbosa Pereira, Celso Alves Barbosa (ambos maiores) e Cleiziane Dias de Oliveira, 18, namorada de João Pedro.
Todos foram presos pelas Polícias Civil e Militar com apoio da Força Tática de Juína e da Rotam de Cuiabá. De acordo com o delegado de Colniza, Marco Bortolotto Remuzzi, no sábado, dia 8 de agosto, uma viatura da Polícia Militar, em rondas pela cidade, chegou a ser alvejada com vários tiros efetuados pela quadrilha, que desafiava a Polícia local nas ações criminosas.
“A partir desse momento as Policias Civil e Militar uniram forças com o único objetivo de prender estes suspeitos e contamos com reforço de policiais da Capital”, disse o delegado.
As diligências foram realizadas em vários bairros de Colniza e com base em análises dos objetos apreendidos para descobrir os pontos de encontros e esconderijos da quadrilha, alem de diversas abordagens e barreiras policiais na zona urbana e rural.
Com o grupo foram apreendidas dez armas de fogo, celulares e outros objetos. Os presos vão responder receptação, posse e porte irregular de arma de fogo e munições e associação criminosa. O suspeito Reginaldo Bernadino também foi indiciado por roubo, furto e tentativa homicídio. Dinael responderá ainda por furto.

As opiniões postadas nos comentários não representam a opinião do site. Comentários ofensivos poderão ser excluídos ou moderados.

2 COMENTÁRIOS

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here