Início Editorias Polícia Riva vai pessoalmente ao Fórum, alega mal entendido e diz que trabalha...

Riva vai pessoalmente ao Fórum, alega mal entendido e diz que trabalha como corretor

4
Compartilhar

O ex-deputado José Geraldo Riva compareceu pessoalmente na Sétima Vara Criminal, no Fórum de Cuiabá, para justificar o descumprimento de uma das medidas cautelares impostas pela juíza Selma Rosane de Arruda. Ele deveria comparecer todo dia 24 ao Fórum para dar explicações acerca de suas atividades.

No dia 24 de julho, porém, Riva não compareceu à Sétima Vara. Em 10 de agosto, a magistrada deu prazo de cinco dias úteis para que Riva justificasse a ausência. O prazo terminou nesta segunda-feira (17).

Riva alegou que houve mal entendido por parte dele e se comprometeu a comparecer todo dia 24 ao local.

Quanto às suas atividades, Riva afirmou que trabalha como corretor de imóveis e exerce suas atividades de agropecuarista em um escritório na Avenida Miguel Sutil, em Cuiabá.

“Certifico e dou fé que nesta data compareceu em cartório, José Geraldo Riva, réu nos autos, e conforme as condições assumidas na liberdade, o mesmo justifica que no mês precedente, julho, deixou de comparecer em juizo porque houve um mal entendido da parte do mesmo, pois não haveria razão dessa ausência se não fosse por isso. E se compromete comparecer mensalmente todos os dias 24 de cada mesmo, para declarar suas atividades e confirmar o endereço. Quanto a este é o mesmo já cadastrado nos autos e quanto aquela, que trabalha como corretor de imóveis e exercendo suas atividades de agropecuarista no escritório na Avenida Miguel Sutil”.

As opiniões postadas nos comentários não representam a opinião do site. Comentários ofensivos poderão ser excluídos ou moderados.

4 COMENTÁRIOS

  1. Procurei no site do Creci e este cara não consta como corretor de imóveis. Isso chama-se exercicio ilegal da profissão.Mais um processo nas costas deste malfeitor.

  2. Esse fulano tem um passado e presente muito obscuro na vida, então cabe ao CRECI a responsabilidade verificar se esse elemento tem registro para exercer a profissão de corretor de imóveis. Caso tenha registro, cabe ao CRECI também caçar o referido registro uma vez que esse camarada tem mais processos (sujo) do que pau de galinheiro.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here