Sorriso: Hospital Regional restringe ainda mais os atendimentos a partir de hoje(24)

Sorriso: Hospital Regional restringe ainda mais os atendimentos a partir de hoje(24)

6

No dia de hoje(24), circula nas redes sociais do watsaap, um oficio assinado pelo diretor geral do Hospital Regional de Sorriso, Dr. Rodrigo Pereira, onde restringe ainda mais os atendimentos no HR, até a quitação dos débitos em atraso por parte do Governo do Estado do MT, bem como também da   apresentação de um calendário para o restante de 2016.

Segundo o oficio, esta canceladas as cirurgias eletivas e serão atendidas no HR apenas pacientes encaminhados pelo corpo de bombeiros e pelos UPAs da região do consórcio do Alto do Teles Pires.

MTnoticias.net/foto reprodução

Veja ofício:

80b2e00e-3cba-4c5f-9b63-ea9ec7d16fca-1

 

Compartilhar

6 COMENTÁRIOS

  1. O problema não era a Organização Social que administrava a Unidade??? kkkkkkkk!
    ESTÃO COM SAUDADES NÉ!? Tinham salários em dia, férias em dia, organização, exames para a população, cirurgias, pronto atendimento atendendo a 100% da demanda. E AGORA JOSÉ???

  2. Reportagem, favor corrigir os erros de português do texto acima. Além disso, o que o ofício acima anuncia é que a nova atitude tomada pelos médicos será a de passar a regular os pacientes internados para outros hospitais e não a de restringir consultas ambulatoriais e cirurgias – isso será mantido, pois já estava sendo feito. No mais, minha indignação à forma de administrar do nosso ilustríssimo governador: parabéns senhor Pedro Taques, por priorizar tão bem o setor mais importante do serviço público, a saúde. Uma salva de palmas a você!

  3. parabens ao governador do Mato Grosso
    homem que largou sua carreira de procurador da republica para governar Mato Grosso
    com o discurso que ele seria o homem a endireitar o estado
    acabaria com a corrupção….que prendeu fulano, que soltou ciclano …bla bla blaa
    muita demagogia em tao pouco espaço……
    onde foi parar senhor Taxi mais de 50 milhoes da educação?

  4. Essa é mais uma greve de muitas que virão até o fim do mandato do Sr “Todo Poderoso” Governador/Ditador. Se diz legalista, mas conseguiu sumir como dinheiro que o Estado tinha, mesmo na época dos tantos corruptos que tivemos. E não adianta colocar a culpa nos servidores, pois, não há conversa com esse cara e sem conversa, não há consenso e em contrapartida, não há salários. Antes de culpar os servidores públicos, tentem viver 2 meses sem seu salário ou qualquer posicionamento de seu patrão de quando vai te pagar. Tente entender o “lado”de seu chefe, que enquanto diz estar em crise, promove festinhas para convidados ilustres, viaja por todo o mundo e esbanja com os primos ricos.

Deixe um Comentário