Sorriso: Matéria sobre a “quadrilha dos bebês” revolta sociedade e bate “record”...

Sorriso: Matéria sobre a “quadrilha dos bebês” revolta sociedade e bate “record” de acessos e comentários

4

Na última sexta-feira(18) a noite, a PM de Sorriso apreendeu quatro crianças: 7, 9, 12 e 12 anos, depois de eles terem arrombados uma residência de uma jovem que estava em viagem.

Apreendidos, os menores disseram a polícia e a imprensa  se intitulando como a “quadrilha dos bebês”.

Tal fato sensibilizou toda a sociedade, principalmente pela audácia dos menores, 7, 9 , 12 e 12 anos, em já praticar furtos, bem como se intitularem com o nome de uma quadrilha.

A matéria produzida pelo MTnoticias.net bateu “record” de acessos, chegando praticamente a 200 mil, tendo mais de 800 compartilhamentos na redes sociais  e gerando cerca de 1500 comentários de internautas, somados os da página do site e das redes sociais, que afirmaram estar estarrecidos com  o ocorrido, de pessoas de idades tão precoce e já adentrando ao mundo do crime.

Logo após a suas apreensões, os menores foram liberados e segundo as autoridades responsáveis, as famílias terão  a partir de agora um acompanhamento.

MTnoticias.net/foto arquivo

Atualizado – Obs.: Titulo modificado por sugestão de internauta

Veja também:

Sorriso: Polícia prende “quadrilha dos bebês” ; 7, 9, 12 e 12 anos

Compartilhar

4 COMENTÁRIOS

  1. Falta de uma surra como antigamente…. deveria colocar o conselho tutelar em residencias onde pai e mae nao tem interesse em cuidar dos filhos e tomar uma medida mais dura… falta fiscalizar mais… sorriso esta crescendo ja foi bom de morar…. hj ta dificil…..

  2. Uma geração totalmente perdida, essas crianças não respeitam pai, mãe, professor. Andam nas no meio das ruas, os carros tem que desviar deles para não atropelar e se voce falar alguma coisa eles chaman voce para briga.

  3. Os pais agora não podem mais educar, um tapinha e o conselho tutelar já vem encher o saco. Resultado: Estamos criando uma geração de bandidos, que acham que podem tudo e a justiça como sempre passando a mão na cabecinha das “vítimas da sociedade”.

Deixe um Comentário