Início Cidades Mato Grosso Sorriso: Prefeito comemora os frutos frente ao consórcio e fala em ajudar ainda mais...

Sorriso: Prefeito comemora os frutos frente ao consórcio e fala em ajudar ainda mais os municípios menores

0
Compartilhar

O  Prefeito  de Sorriso Ari Lafin  realizou uma coletiva  com a imprensa local nesta manhâ(10), para uma espécie de prestação  contas   de  sua gestão frente  ao consórcio intermunicipal de Saúde,     que  reúne neste consórcio, além do municiípio de Sorriso,  mais  14 municípios circunvizinhos.

Segundo Lafin a coletiva foi  para apresentar  os  avanços  e  os  trabalhos  realizados  durante esses  dois anos no qual ele esta como presidente, mas  o  prefeito  demonstrou em suas  palavras  que  além  dos  avanços   houve  algo  que pode se dizer que o que  a  sociedade  clama, uma   união  forte  entre estes municípios, para juntos discutirem e resolverem   os problemas regionais. “Dois anos de muito trabalho e de agradecimentos aos  prefeitos. Foram anos  de  muita  unidade.  Quero agradecer aos   secretários de  saúde e  a  essa  equipe técnica  que conduziu os trabalhos.  Os  avanços  significativos  que  vocês (imprensa) estão extraindo aqui através de  imagens,  como a  implantação do central de  distribuição de medicamentos, proporcionando    agilidade  para  os  pequenos  municípios, que  foi  o nosso principal propósito e foi  efetivamente  realizada.”

Ari também destacou algumas  ações  que o consórcio  realizou.  “Algumas  ações positivas  como a  questão do  pterígio e da cataratas, que vamos chegar  a  850 cirurgias até o final do  ano. Enquanto eu e  o Edu Pascoski (vice presidente) estamos conseguindo conduzir  com apoio de   todos os  prefeitos, é um sinal de que eu também  me  sinto útil. Eu saio desta presidência bastante feliz e  sentimento do  dever  cumprido  do propósito de  quando eu me  coloquei a  disposição em assumir a presidência deste  consórcio”, falou a imprensa  o prefeito Ari Lafin.

Lafin  também destacou  a  coragem e a vontade  dos  demais prefeitos em resolver as  questões do hospital regional, que  no  momento  em que  assumiu a presidência passava  uma  das piores  crises, mas  com apoio de todos os  prefeitos  foram  para  enfrentamento  com o  governo do Estado. “Enfrentamos inclusive o atual governo que faço base  aliada,  e não abandonei o meu principal propósito  com o apoio de todos os demais(prefeitos). É mais um motivo de felicidade e  digo que  tudo  aquilo que eu e os demais prefeitos   nos colocamos a disposição, os  enfrentamentos até mesmo naquele momento com o governo,  assim o fizemos. Então quero dizer que  estou muito orgulhoso  de  ter  sido…e estou ainda até dezembro presidente  desta  equipe maravilhosa de trabalho”.

Ari Lafin acredita   que  o próximo passo do  consórcio será ajudar ainda mais  os munícipios  menores, assim como já vem sendo   feito com  algumas  cirurgias,   e fazer  com  que  os pacientes  não precisam se deslocar   para os  munícipios maiores  situados no eixo BR-163, para realizar os procedimentos menos  complexos. “Mas  o grande  objetivo do consórcio, através  deste eixo, destes  quatro municípios (Sorriso, Sinop, Lucas e  Nova Mutum), e dar atendiimentos  para  aqueles que precisam. Imagina uma  mãe que tem que dar  o parto lá em União do Sul. Porque  nós  não darmos um melhor conforto lá e não precisa  o translado”.

O vice   presidente  não tem dúvida  que  o consórcio tem trazido  benefícios para  sociedade. Medicamentos e  cirurgias  são compradas  com preços mais em conta. Fazendo mais com menos dinheiro. “O consórcio sem dúvida  nenhuma é o caminho para  salvar  os municípios. Vamos atender uma população bem maior, vamos estar  sanando todas  essas  filas  que nós temos hoje na saúde, e é muitas  filas… zerando praticamente. Não só em Itanhangá e Sorriso  vai acontecer  isso, porque nós vamos comprar  cirurgias, vamos  comprar  todos os medicamentos pelo  consórcio, direto da  fabrica,  sem atravessador”,  disse  o prefeito Edu de Itanhangá, que é vice do consórcio.

Com  o  fim do mandato  do presidente Ari  uma nova eleição será realizada, e para o  atual  vice presidente  é um momento  de  muita união e de conversas  para  se decidir quem será  o  novo presidente. “Dia  27 de  novembro  temos  a eleição. Acredito que o Prefeito Ari tem o direito de  ser  reconduzido ao cargo  de  presidente e essa  foi uma das discussões e que nós sempre  deixamos muito clara  aos   demais prefeitos  lá em 2016, quando nós sentamos e  dialogamos, e  este diálogo tem que  permanecer, porque só vai ter desenvolvimento se  nós  tivermos unidos e num propósito”,  explanou o prefeito  de Itanhangá.

A Secretaria Executiva do consórcio, Solimara  Ligia Moura,  destacou a  redução  dos valores  gastos nas  compras de medicamentos  através  do consórcio. “O consórcio  realizava  pregão  e os municípios  já realizam a  compra, mas  a partir  de  2018 nós efetivamos a central aqui e  conseguimos  realmente ver  os números. Hoje  os munícipios estão tendo uma média,  através  de um  levantamento feito por eles mesmos de  40% na  redução dos custos  dos medicamentos  e materiais, isso é um valor  alto para os munícipios  pequenos.”

Outro avanço  é que   na diminuição  do tempo em que os  medicamentos  cheguem aos munícipios. Antes  demorava  60  dias. A meta é de  15  dias. Atualmente  está demorando cerca de  25  dias. A equipe esta  unida para  tentar  atingir  a meta de  15.

MTnoticias

As opiniões postadas nos comentários não representam a opinião do site. Comentários ofensivos poderão ser excluídos ou moderados.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here