Sorriso: (VIDEO) Gerson fala a imprensa da prisão injusta que sofreu; diz que...

Sorriso: (VIDEO) Gerson fala a imprensa da prisão injusta que sofreu; diz que o acusador voltou atrás e o inocentou

0

Nesta  final de tarde(23), o  candidato a vice prefeito de Sorriso, Gerson Luiz Bicego, conhecido como Prof. Gerson e que forma chapa com Ari Lafin nas eleições municipais  de 2016,  concedeu  uma entrevista coletiva a imprensa, na  residência dele, e acompanhado de  amigos tentou descrever  os  momentos  que passou  quando  ficou preso injustamente por  70 dias em 1994, no estado de  Santa Catarina, quando   ainda residia no sul do país.

Segundo  Gerson,  a testemunha que lhe acusou foi a mesma que lhe absolveu. Gerson relatou que o acusador teria  confessado que recebeu  vantagens  para forjar a denúncia contra ele e  seu irmão, acusando-os  de terem furtado  um trator  que pertencia a uma cooperativa e que na ocasião tinha contrato com a prefeitura no município em que ele residiam:  “ Quem pegar o depoimento sabe que foi pago pra  fazer  este depoimento (denúncia). Se   alguém pegar o processo  sabe  que foi pago pra dar aquele depoimento. As  provas  foram forjadas e  isso estão nos autos dos processo”,  disse  Gerson.

Gerson  lamentou que  esta  passado pela  segunda  vez  por uma injustiça, após ter  voltado a  tona que ele teria  sido preso, pois  segundo ele foi um  dos  poucos  momentos que ele  por pouco  não perdeu a  cabeça, por  ser uma pessoa  de interior  e desconhecer muitas coisas: “Na  época  surgiram boatos na cidade  que o próprio delegado e  a própria  prefeita estaria envolvido no processo. Os  boatos  que  houveram, e que a gente ouvia na cidade e, alguém tem que pagar a culpa. Infelizmente eu paguei a culpa. Minha família sofreu muito; eu sofri muito naquela época. Confesso que foi um dos únicos momentos  que eu  fraquejei  na minha  vida… até  é feio falar isso… até em suicídio eu pensei, pelas  condições  dos fatos. Eu sofri por não saber me defender, por ser uma pessoa  do interior, uma pessoa  simples.”

Gerson  disse que  quem o conhece  sabe o quanto tenta fazer  as coisas  corretas por onde  passa: “É um fato que não devo nada, eu  fui injustiçado e eu não quero ser  injustiçado novamente por  politica, nem por outros  fatos, porque eu sei que não devo nada, minha família sabe, meus amigos  sabem o quanto eu sou uma pessoa  correta e  procuro  fazer  as coisas  bem feitas.”

Logo após  ter sido veiculado  a matéria sobre a sua prisão, em alguns veículos de comunicação, Bicego divulgou um documento onde  a justiça de  Santa Catarina atesta que ele  foi inocentado das acusações.

Atualizado

MTnoticias.net

  5070d808-5d7d-4bc2-ac3a-cee37585de1e-1

Compartilhar